Petrobras quer terminar estudo do Gasoduto do Sul até dezembro

O presidente da Petrobras, JoséSérgio Gabrielli, afirmou nesta segunda-feira que o estudo deviabilidade do Gasoduto do Sul, obra que visa a integraçãoenergética de países produtores e importadores de gás daAmérica do Sul, deve ser concluído até dezembro. O executivo destacou que ainda existem várias etapas aserem transpostas antes de executar a obra, entre elas acertificação das reservas e o traçado do empreendimento. "Todas as variáveis são delicadas, você tem a medição dasreservas, do mercado consumidor, o traçado, questões ambientaise a estrutura societária, ou seja, quem é que manda noquê...são problemas de várias dimensões", disse Gabrielli,demonstrando pouco otimismo com o prazo de quatro meses paraterminar os estudos. "Mas vamos tentar", afirmou. Em sua visita ao país vizinho ele discutiu também com aestatal venezuelana a construção da refinaria em Pernambuco,cujo primeiro óleo está previsto para o final de 2010, mas oscontratos de parceria ainda não foram assinados. Ele reiterouque a obra será feita com ou sem a PDVSA. "O cronograma da (refinaria) Abreu Lima está andando,independente da Venezuela", afirmou. Ele ressaltou no entanto que o projeto só teria sentido seutilizar o petróleo que poderá ser produzido pela Petrobras naVenezuela, o que ainda está sendo discutido. "São duas operações simétricas (produção na Venezuela erefinaria), mas estamos dispostos a fazer sozinhos, ela(refinaria) é importante para o mercado brasileiro...se nãoconseguirmos fazer com eles vamos fazer sozinhos", afirmou. (Por Rodrigo Gaier)

REUTERS

27 de agosto de 2007 | 18h26

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROBRASSUL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.