Petrobras terá que captar mais US$17 bi até 2014, diz Barbassa

A Petrobras vai precisar captar 17 bilhões de dólares "em dinheiro novo" até 2014 para viabilizar o seu plano de investimentos e amortizar dívidas, afirmou nesta sexta-feira o diretor financeiro da companhia, Almir Barbassa.

REUTERS

18 de fevereiro de 2011 | 12h55

O executivo cogitou a possibilidade de recorrer ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e ao Fundo Soberano da Noruega para obter parte destes recursos.

Segundo ele, até 2014 a necessidade da empresa é de recursos de 262 bilhões de dólares, sendo 224 bilhões de dólares referentes ao plano de investimento e o restante em dívida que irá vencer no período.

O executivo explicou que até 2014, a geração de caixa será de 155 bilhões de dólares, segundo cálculos da empresa. Como a companhia tem um excesso de caixa de 11 bilhões de dólares, ainda faltariam 96 bilhões de dólares para cobrir a demanda total da companhia.

Barbassa ressaltou, no entanto, que a estatal já levantou em financiamentos 50 bilhões de dólares.

"Para o restante do período, necessitaremos 46 bilhões de dólares, dos quais 29 bilhões de dólares serão para amortização, que é um recurso que pode ser em muitos casos rolado", disse ele em palestra no Encontro Brasil-Noruega, que acontece na sede do BNDES.

"Então, teremos uma necessidade de levantar 17 bilhões de dólares pelo menos em dinheiro novo. Daí a importância de termos o BNDES e a Noruega, que tem todo o seu potencial financeiro e Fundo Soberano, que pode ter uma participação interessante", disse Barbassa.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROBRASCAPTACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.