Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Petrobrás vende subsidiária no Chile por US$ 470 mi

Negócio foi fechado com o fundo Southern Cross Group; valor da transação ainda está sujeito a ajustes

Fátima Laranjeira, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2017 | 22h40

A Petrobrás concluiu nesta quarta-feira, 4, a operação de venda de 100% da Petrobrás Chile Distribuición (PCD) para a Southern Cross Group. O valor da entrada de caixa resultante da operação foi de US$ 470 milhões, dos quais US$ 90 milhões foram oriundos da distribuição de dividendos líquidos de impostos da PCD, ocorrida em 09 de dezembro, e os demais US$ 380 milhões foram pagos hoje. Este valor, segundo a empresa, ainda está sujeito a ajustes finais.

A PCD é a companhia de distribuição de combustíveis da Petrobrás no Chile e possui 279 postos de serviços, uma unidade de lubrificantes, oito terminais de distribuição, operações em 11 aeroportos e participação em duas empresas de logística. A operação também inclui o licenciamento das marcas Petrobrás e Lubrax, por um período de oito anos, podendo ser renovado.

A Southern Cross Group é um fundo de private equity, com US$ 2,9 bilhões em ativos sob gestão, e com foco em investimentos na América Latina, em empresas nos setores industriais, de serviços, logística e de produtos de consumo.

"A operação é parte integrante do plano de parcerias e desinvestimentos 2015-2016, que atingiu US$ 13,6 bilhões no biênio. A venda está alinhada ao Plano Estratégico da Petrobrás que prevê a otimização do portfólio de negócios", afirma a estatal.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrásChileAmérica Latina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.