Petróleo fecha em alta em Nova York e acumula ganho de 13,5% na semana

Analistas dizem que aumentos de oferta de petróleo pela Arábia Saudita ou pela AIE podem conter alta dos preços

Renato Martins, da Agência Estado,

25 de fevereiro de 2011 | 18h01

Os preços do petróleo fecharam em alta, com os contratos para abril negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) acumulando um ganho de 13,5% na semana. A rebelião contra o governo de Muamar Kadafi na Líbia continuou no foco das atenções do mercado. "Sem dúvida, as pessoas não querem entrar 'vendidas' no fim de semana", comentou Stephen Schork, editor do Schork Report.

Para os analistas da JBC Energy, "a questão crucial continua a ser se o regime de Kadafi será derrubado em poucos dias, com um esquema razoável para sua sucessão, ou se o país está indo na direção de uma guerra civil prolongada". Analistas também disseram que aumentos de oferta de petróleo pela Arábia Saudita ou pela Agência Internacional de Energia (AIE) poderão conter a alta dos preços.

Nesta sexta-feira, a Intercontinental Exchange (ICE) elevou as exigências de margem para os contratos futuros do petróleo Brent, o que levou traders especulativos e venderem contratos para realizar lucros. Ainda assim, o diferencial de preço entre o Brent e o petróleo negociado na Nymex permaneceu elevado, acima dos US$ 14 por barril.

Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para abril fecharam a US$ 97,88 por barril, em alta de US$ 0,60 (0,62%). Na ICE, os contratos do petróleo Brent para abril fecharam a US$ 112,14 por barril, em alta de US$ 0,78 (0,70%). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Nymexpetróleoalta do petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.