Petróleo não será alvo de ataque, diz filho de Gaddafi

'Jamais destruiremos as fontes de petróleo. Elas pertencem ao povo', disse

Reuters,

25 de fevereiro de 2011 | 11h51

O governo de Muammar Gaddafi jamais irá destruir as riquezas de petróleo da Líbia em sua luta para combater a insurgência, disse nesta sexta-feira o filho do líder líbio Saif al-Islam ao canal turco de notícias CNN-Turk.

"Jamais destruiremos as fontes de petróleo. Elas pertencem ao povo", disse Saif em entrevista publicada no site da CNN-Turk.

Ele afirmou que a família Gaddafi não tinha intenção alguma de fugir da Líbia, e que o governo estava controlando as regiões oeste, sul e central do país.

"Temos planos A, B e C. O Plano A é viver e morrer na Líbia. Plano B é viver e morrer na Líbia. Plano C é viver e morrer na Líbia", disse Saif.

Ele descreveu as manifestações contrárias ao governo como de responsabilidade grupos terroristas, e disse que esses tinham apenas algumas centenas de homens, mas haviam se apropriado de tanques, armas e munições.

A entrevista foi realizada na quinta-feira e iria ao ar às 14h30 (horário de Brasília) nesta sexta-feira.

Os opositores de Gaddafi controlam o leste da Líbia, e moradores da capital do país disseram que as forças de segurança haviam atirado contra manifestantes contrários ao governo no local, matando ao menos cinco pessoas, enquanto o governo luta para manter o poder.

(Reportagem de Ece Toksabay)

Tudo o que sabemos sobre:
GaddafiLíbiapetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.