Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

PF faz operação contra quadrilha acusada de desmatamento

São Paulo, 29 - A Polícia Federal (PF) realiza hoje uma operação para desarticular uma quadrilha acusada de provocar um grande desmatamento na Floresta Amazônica, no Pará, por meio da impressão ilegal de Documentos de Origem Florestal (DOF). Na ação, intitulada Ouro Verde II, cerca de 140 agentes da PF cumprem 24 mandados de prisão e 34 de busca e apreensão em 11 cidades do Pará e duas do Maranhão.Segundo a PF, integram o esquema 155 empresários do setor madeireiro, ex-servidores e hackers. O bando, investigado há seis meses, é acusado de cometer crimes como corrupção ativa, corrupção passiva, estelionato, inserção de dados falsos em sistema de informações e violação de sigilo funcional, entre outros.As investigações apontam a prática de duas formas de fraude. Uma era a cobrança de cerca de R$ 100 - por metro cúbico - para a inserção de créditos no sistema informatizado que permite a impressão de DOFs. A segunda fraude ocorria por meio da impressão de um grande número de DOFs que relatavam enormes quantidades de carvão e madeira a serem transportadas ou estocadas. Assim, segundo a PF, a quadrilha conseguia "esquentar a madeira" ou "lavar a madeira".Em uma das operações do bando, apurou-se a inserção ilegal de 160 mil metros cúbicos de madeira, o que resultara na operação de R$ 16 milhões. Ainda de acordo com a polícia, há indícios de que hackers teriam desbloqueados o Cadastro Técnico Federal do Sistema do Ibama e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Pará. O serviço ilegal contava com uma rede de vendas.O DOF foi lançado pelo Ministério do Meio Ambiente para substituir a Autorização de Transporte de Produtos Florestais (ATPF). No novo sistema, os carregamentos passaram a ser registrados pela internet, em vez de em escritórios do Ibama.

Elvis Pereira

15 de julho de 2007 | 13h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.