Pfizer pode vender unidade para Nestlé por US$ 9 bi

A Pfizer está perto de vender sua divisão de nutrição infantil para a Nestlé por pelo menos US$ 9 bilhões, segundo fontes citadas pelo Wall Street Journal, em uma transação que solidificaria a posição de liderança da empresa suíça no mercado mundial de fórmulas para bebês.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

18 de abril de 2012 | 11h26

A Nestlé parece ter triunfado sobre o grupo Danone e a Mead Johnson Nutrition, que exploraram uma oferta conjunta pelo negócio. A Pfizer e a Nestlé deverão anunciar o acordo já na próxima semana, de acordo com as fontes, que alertaram que o momento do anúncio pode ser adiado.

A Pfizer efetivamente colocou a divisão de nutrição infantil à venda em julho, quando informou que iria abrir mão das operações e também de uma unidade de saúde animal. Os movimentos são parte de um esforço da Pfizer para se concentrar em medicamentos de prescrição.

Em um sinal de que a venda da unidade de saúde animal está progredindo, a Pfizer escolheu JPMorgan Chase, Bank of America Merrill Lynch e Morgan Stanley para liderarem uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações do negócio, também segundo fontes. A expectativa é de que a documentação para o IPO seja preenchida em meados deste ano.

De todo modo, as fontes afirmaram que a venda dessa unidade não pode ser descartada. Em março a Novartis teria feito uma oferta pelos negócios de saúde animal, avaliada em US$ 16 bilhões, que foi rejeitada, e a Bayer estaria analisando a possibilidade de fazer uma proposta. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PfizervendaNestlé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.