Philips lucra 138 mi de euros 1º trimestre, menos 14,3%

A Philips anunciou nesta terça-feira, 22, lucro líquido 14,3% menor no primeiro trimestre, para 138 milhões de euros (US$ 190,5 milhões), de 161 milhões de euros no mesmo período do ano passado. A queda dos ganhos da empresa foi determinada pelas perdas cambiais e pelo resultado mais fraco do que o esperado de seus negócios de cuidados de saúde.

AE, Agencia Estado

22 de abril de 2014 | 08h13

As vendas recuaram 4,6% entre janeiro e março de 2014, para 5,02 bilhões de euros, de 5,26 bilhões de euros no mesmo período do ano passado. Excluindo os efeitos cambiais, as vendas permaneceram estáveis no primeiro trimestre deste ano, com um crescimento nas vendas de eletrônicos e um declínio dos negócios de cuidados de saúde.

"Nossos resultados financeiros do primeiro trimestre refletem um início desafiador para este ano", disse o presidente-executivo da Philips, Frans van Houten, que destacou o impacto das perdas cambiais, a desaceleração nos mercados da China e da Rússia e os efeitos de uma suspensão voluntária no conglomerado holandês responsável pelos produtos de saúde.

A Philips espera que 2014 seja um ano desafiador e demonstrou confiança de que alcançará suas metas financeiras até 2016. A companhia tem como objetivo reduzir os custos em 1,5 bilhão de euros até o final de 2015 por meio de um programa de reestruturação e de redução de custos que começou no terceiro trimestre de 2011. Entre as metas da Philips, a empresa espera que o crescimento anual de vendas passe de 4% para 6% o final de 2016. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Phillipsbalanço1º trimestre 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.