PIB das economias da OCDE desacelera para 0,4% no 1º trimestre

Resultado representa a segunda desaceleração seguida do grupo; na China, o crescimento trimestral ficou em 1,4%

Agência Estado,

20 de maio de 2014 | 09h01

PARIS - O crescimento econômico nos 34 países que formam a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) desacelerou pelo segundo trimestre consecutivo nos três meses até março.

A maioria dos membros da OCDE refere-se a economias desenvolvidas, incluindo os EUA, Japão e Alemanha. Com a probabilidade de que grandes economias em desenvolvimento como a China devem perder força neste ano, economistas haviam previsto que as economias desenvolvidas ajudariam a apoiar o crescimento mundial. Mas a desaceleração ao longo dos últimos seis meses levanta algumas dúvidas sobre a capacidade de sustentar a expansão mundial.

A OCDE disse que o Produto Interno Bruto (PIB) combinado de seus membros aumentou 0,4% no primeiro trimestre em relação aos últimos três meses de 2013. Isso marcou uma desaceleração em relação à taxa de expansão de 0,5% registrada no quarto trimestre do ano passado e de 0,7% no terceiro trimestre.

A desaceleração dos três primeiros meses de 2014 ocorreu principalmente devido aos EUA, onde as temperaturas adversas do inverno deixaram a produção inalterada após uma expansão de 0,7% no quarto trimestre. O crescimento econômico foi mantido em um modesto 0,2% na zona euro. E embora o crescimento do Japão tenha acelerado para 1,5%, de 0,1%, o processo foi impulsionado pelas famílias que fizeram compras antes da elevação no imposto sobre vendas em abril. Na China, o crescimento trimestral ficou em 1,4% nos três meses até março, de 1,7% no período anterior. / Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
OCDEPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.