Pilgrim's anuncia prejuízo de US$ 128 mi no 2º trimestre

A Pilgrim''s Pride, controlada pelo grupo brasileiro JBS, passou de lucro para prejuízo no segundo trimestre, conforme gastos maiores com ração animal ofuscaram resultados melhores que o esperado nas operações do principal segmento da companhia norte-americana.

GABRIELA MELLO, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 11h02

A Pilgrim''s Pride teve um prejuízo de US$ 128,1 milhões, ou US$ 0,60 por ação, no segundo trimestre, ante lucro de US$ 32,9 milhões, ou US$ 0,15 por ação, no mesmo intervalo do ano anterior. A receita, entretanto, superou as expectativas, subindo 13% no período, para US$ 1,92 bilhão. Analistas consultados pela Thompson Reuters previam perda de US$ 0,23 por ação sobre faturamento de US$ 1,81 bilhão.

A margem bruta ficou negativa em 2,4%, ante resultado positivo de 7,8% no segundo trimestre do ano anterior. A empresa teve o desempenho financeiro pressionado, à medida que o setor enfrenta crescentes despesas com ração e a queda dos preços do frango.

Em junho, a agência de classificação de risco Moody''s baixou o rating (nota) de crédito da Pilgrim''s ainda mais para o terreno "junk", citando a fraqueza dos preços do frango como justificativa.

Hoje, o executivo-chefe da companhia norte-americana, Bill Lovette, disse que o resultado refletiu os desafios "significativos" enfrentados pela indústria. "As compras totais de ingredientes para ração da Pilgrim''s nos primeiros seis meses de 2011 foram mais de US$ 400 milhões maiores que um ano antes", afirmou Lovette. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Pilgrim'sJBSraçãoprejuízo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.