Pilotos e Lufthansa voltarão às negociações sobre aposentadoria

Lufthansa e o sindicato de pilotos voltarão às negociações nesta quinta-feira, 28, para buscar acordo sobre programa de aposentadoria antecipada

REUTERS

26 de agosto de 2014 | 15h35

A aérea alemã Lufthansa e o sindicato de pilotos Vereinigung Cockpit (VC) voltarão às negociações na quinta-feira para buscar acordo na disputa sobre um programa de aposentadoria antecipada, disseram as partes nesta terça-feira.

Os pilotos disseram no final da semana passada, que as conversas fracassaram e uma nova greve era iminente.

O sindicato quer pressionar a companhia para manter um programa de aposentadoria que permite aos pilotos se aposentar aos 55 anos e manter parte de seus salários até que atinjam a idade em que os pagamentos de pensões pelo Estado comecem.

"Acreditamos que isso significa que não há ameaça imediata de greve", disse um porta-voz da empresa, acrescentando que as negociações darão chance às partes de decidir como proceder.O sindicato disse ainda que qualquer greve no momento provavelmente se dará apenas algumas horas por vez e em locais específicos, em vez de uma greve nacional como a de abril.

(Reportagem de Victoria Bryan)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASLUFTHANSAGREVE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.