Planalto diz que reavaliações referem-se só às estradas do RS

As afirmações da presidente Dilma sobre as concessões, dadas em entrevista nesta terça, referem-se apenas às rodovias gaúchas, disse a assessoria de imprensa

Agência Estado,

17 de setembro de 2013 | 09h23

Texto atualizado às 16h55

O Palácio do Planalto esclareceu, por meio de sua assessoria de imprensa, que na entrevista concedida pela presidente Dilma Rousseff hoje pela manhã a rádios gaúchas, as declarações sobre concessões eram referentes especificamente a concessões já existentes de estradas no Rio Grande do Sul que estão vencendo a partir deste ano, e não ao Programa de Investimentos em Logística.

Na ocasião, o entrevistador comentou que os jornais do dia "falam em concessões fatiadas" e questionou a presidente quanto o fatiamento nas concessões de rodovias federais do Rio Grande do Sul. Dilma traçou um amplo panorama das concessões de rodovias e chegou a afirmar que o governo está "fazendo uma reavaliação grande das concessões" e que "não é concessão fatiada", mas uma avaliação das características específicas de cada estrada. Ao final da resposta a presidente fez menção expressa às estradas do Rio Grande do Sul. A assessoria da presidente esclarece que as declarações foram utilizadas para responder à questão específica sobre as rodovias gaúchas.

Ainda de acordo com a assessoria, a "interpretação mais abrangente" pode ser induzida de nota do Blog do Planalto que, no twitter, publicou "A pres. #Dilma afirma que o gov. federal vai analisar, uma a uma, as concessões das estradas no Brasil". O Planalto reconhece "eventual imprecisão" na nota e informa que a correção já foi realizada para assumir o sentido restrito da declaração.

Tudo o que sabemos sobre:
infraestrutura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.