Plano de saúde de Obama tem custo de US$ 950 bi em 10 anos

Valor da proposta de Obama é maior do que o projeto aprovado pelo Senado, mas menor do que o da Câmara

Regina Cardeal, da Agência Estado,

22 de fevereiro de 2010 | 12h44

Numa tentativa de reativar o projeto de reforma de saúde, a Casa Branca propôs que um imposto nos planos de saúde mais caros seja adiado para todos os trabalhadores, não só para aqueles nos sindicatos, e sugeriu que novos impostos ajudem a cobrir a receita perdida.

 

Segundo The Wall Street Journal, o presidente Barack Obama apresentará a proposta, numa tentativa de superar as diferenças entre os projetos aprovados pela Câmara e pelo Senado no ano passado, numa reunião bipartidária com líderes do Congresso na quinta-feira. A nova proposta custará cerca de US$ 950 bilhões em dez anos, mais do que o projeto aprovado pelo Senado, mas menos do que o da Câmara.

Tudo o que sabemos sobre:
plano, crise, Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.