Plano para bancos causa otimismo e Wall St dispara 7%

As bolsas de valores dos Estados Unidos dispararam cerca de 7 por cento nesta segunda-feira, depois que o governo do presidente Barack Obama detalhou um plano para limpar ativos tóxicos de balanços de bancos, alimentando otimismo sobre uma recuperação nos empréstimos bancários e levando as ações do setor financeiro a registrarem avanço de dois dígitos.

EDWARD KRUDY, REUTERS

23 de março de 2009 | 18h42

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, fechou em forte alta de 6,84 por cento, a 7.775 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq saltou 6,76 por cento, para 1.555 pontos. O índice Standard & Poor's 500 disparou 7,08 por cento, a 822 pontos.

Os índices S&P 500 e Dow Jones registraram sua maior alta diária desde outubro do ano passado, após Wall Street finalmente ter o que estava pedindo: alívio para o abatido setor bancário e mais dados sugerindo que o mercado imobiliário pode estar em recuperação.

O sucesso do plano do Tesouro depende de investimento privado, assim os mercados mostraram-se encorajados quando vários grandes investidores disseram que devem participar daquilo que se tornou uma parte crucial dos esforços para destravar os mercados de créditos e revitalizar a economia golpeada pela recessão.

Os papéis de bancos responderam pelas maiores altas do dia, com as ações do Citigroup subindo 19,5 por cento, para 3,13 dólares e as do Bank of America avançando 26 por cento, a 7,80 dólares. Tanto o índice de bancos KBW quanto o índice financeiro S&P para o setor bancário subiram quase 20 por cento, embora ainda permaneçam desvalorizados mais de 23 por cento no acumulado do ano.

"Os mercados respiraram aliviados porque o plano é amigável ao investimento privado", afirmou Angel Mata, diretor-gerente de operações de ações na Stifel Nicolaus Capital Markets em Baltimore.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.