Pode haver nova licitação para sondas, diz Petrobras

O diretor de Exploração e Produção da Petrobras, José Formigli, disse nesta quinta-feira (20) que a empresa poderá convocar uma nova licitação para a fabricação de cinco sondas de perfuração. Isso acontecerá se a Petrobras não ficar satisfeita com a proposta que a empresa Ocean Rig, contratada para o serviço no início do ano, deveria ter apresentado hoje, prazo final estipulado pela petroleira.

SERGIO TORRES, Agencia Estado

20 de setembro de 2012 | 17h33

"O prazo vence hoje, mas estou aqui (na feira Rio Oil & Gas), não sei a empresa já entregou. A alternativa (se a proposta não agradar) vai ser uma nova licitação. Como ela vai ser e quando ela vai acontecer, não tenho ainda este dado. Esse assunto não vai se resolver à meia-noite de hoje", afirmou o executivo.

Para Formigli, a proposta da Ocean Rig deverá ser "bem estruturada". "Certamente não deverá ser uma proposta simplória", afirmou. O diretor de Engenharia da Petrobras, José Antônio Figueiredo, revelou quarta-feira (19) que a proposta da Ocean Rig será a de construir as sondas em parceria com a OSX, do empresário Eike Batista.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrassondaOcean Rig

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.