Política do BCE em relação à Grécia não mudou, diz Trichet

Conselho diretor da instituição ainda é contrário a uma reestruturação da dívida soberana da Grécia

Danielle Chaves, da Agência Estado,

28 de junho de 2011 | 10h10

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, afirmou que o conselho diretor da instituição ainda é contrário a uma reestruturação da dívida soberana da Grécia. Em entrevista à imprensa, Trichet não quis comentar a proposta feita pelos bancos franceses para estender o vencimento dos bônus gregos. "Essa proposta é de responsabilidade do governo (francês)", disse.

Quando perguntado sobre o resultado da votação do Parlamento grego sobre o novo pacote de austeridade do país, Trichet disse que é de "extrema importância" que a "democracia grega" tome as "medidas apropriadas". A autoridade do BCE acrescentou que está observando as discussões entre os bancos e os governos da zona do euro sobre como envolver o setor privado em um novo pacote de ajuda para a Grécia.

Trichet afirmou também que está em "um modo de vigilância forte" com relação à inflação, ecoando comentários de outros membros do BCE. A frase sinaliza que o BCE pode estar se preparando para elevar sua principal taxa de juros na reunião de 7 de julho, depois de ter aumentado a taxa para 1,25% em abril, da mínima recorde de 1%. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
BCETrichet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.