Política industrial deve ter foco em medidas antidumping, diz fonte

Segundo uma fonte que faz parte do grupo de coordenação do governo, programa  terá medidas para proteger o mercado e isso pode ser feito por maior tributação sobre as importações

Eduardo Bresciani, da Agência Estado,

01 de agosto de 2011 | 19h09

O Plano Brasil Maior de Política Industrial, que será anunciado pelo governo nesta terça-feira, 2, terá foco em medidas antidumping. Segundo uma fonte da ala política que integra o grupo de coordenação do governo, o programa terá medidas para proteger o mercado e isso pode ser feito por maior tributação sobre as importações.

O governo está preocupado, segundo essa fonte, em adotar medidas que barrem a prática da triangulação. A China, por exemplo, tem usado essa prática para fugir das cotas de exportação para o Brasil de sapatos, tecidos e outros produtos.

Também devem ser anunciadas medidas de crédito para o setor industrial, mas a fonte não quis revelar quais seriam. Apesar de setores do governo admitirem medidas de desoneração dentro do plano a ser anunciado amanhã, essa mesma fonte diz que desoneração "não deve ser o enfoque principal das medidas". Segundo esse interlocutor, como o cenário internacional está ruim, não será pela desoneração que se ajudará a indústria, mas pela proteção do mercado.

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), que também participa da reunião de coordenação, confirmou hoje que algumas das medidas do plano devem ser feitas por Medidas Provisórias.

Vaccarezza também disse que os líderes do governo querem marcar uma audiência pública no Congresso para que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, fale sobre o cenário econômico internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.