‘Politizar balança pode gerar guerra comercial’, diz embaixador da China

 Numa conferência, Zhang Yesui disse que o déficit comercial dos EUA com a China se deve a vários fatores complexos e não deveria ser alvo de correção por lei

Agência Estado,

24 de outubro de 2011 | 23h05

O embaixador da China para os Estados Unidos, Zhang Yesui, disse que politizar a balança comercial entre os dois países poderia gerar uma "guerra comercial", informou hoje o jornal estatal China Daily. Numa conferência, Zhang disse que o déficit comercial dos EUA com a China se deve a vários fatores complexos e não deveria ser alvo de esforços corretivos legislativos, segundo o jornal.

A China "acredita que a legislação não é o mecanismo apropriado" para solucionar o desequilíbrio da balança comercial entre os países, disse Zhang, acrescentando que fatores estruturais, diferenças no comportamento de consumidores e poupadores e divisão internacional do trabalho contribuem para o desequilíbrio. No dia 11 de outubro, o Senado americano passou um projeto de lei para forçar a China a permitir uma maior valorização do yuan.

As informações são da Dow Jones. (Paula Moura)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.