Preço agropecuário em SP sobe 1,04% na 1ª quadrissemana de abril

Separado em grupos de produtos, o IqPR-V (produtos de origem vegetal) teve variação positiva de 0,61%, enquanto o IqPR-A (produtos de origem animal) subiu 2,22%

Agência Estado,

17 de abril de 2012 | 11h03

O Índice quadrissemanal de Preços Recebidos pelo produtor rural paulista apresentou alta de 1,04% na primeira quadrissemana de abril. O levantamento é de pesquisadores do Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria estadual de Agricultura e Abastecimento. Separado em grupos de produtos, o IqPR-V (produtos de origem vegetal) teve variação positiva de 0,61%, enquanto o IqPR-A (produtos de origem animal) subiu 2,22%.

Quando a cana-de-açúcar é excluída do cálculo do índice, em virtude da sua importância na ponderação dos produtos, tanto o IqPR como o IqPR-V apresentam altas e fecham positivamente em 2,19% e 2,15%, respectivamente.

Os produtos do IqPR que registraram as maiores altas na primeira semana de abril foram: ovos (13,95%), banana nanica (12,73%), soja (9,95%), laranja para mesa (9,65%) e batata (8,23%).

Os produtos que apresentaram as maiores quedas no período foram: carne suína (14,21%), café (12,98%), amendoim (10,12%) e algodão (4,44%).

No período analisado, 12 produtos apresentaram alta de preços (8 de origem vegetal e 4 de origem animal) e 7 apresentaram queda (5 vegetais e 2 de origem animal).

Tudo o que sabemos sobre:
canacarneinflaçãoagronegócio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.