Preço alto faz Liquigás lançar botijão menor para residências

A Liquigás, subsidiária daPetrobras, começa a vender em 60 dias no mercado um botijão deGás Liquefeito de Petróleo (GLP) de 8 quilos, informou odiretor da empresa, Paolo Ditta. Segundo ele, inicialmente a companhia vai colocar nosmercados de São Paulo e Cuiabá 30 mil botijões de 8 quilos, comobjetivo de oferecer um produto mais barato para o consumidor. "Atualmente a Liquigás vende apenas botijões de 13 quilosno mercado. O preço do de 8 quilos será mais caro(comparativamente), mas tem muita gente de baixa renda que nãoconsegue comprar o botijão de 13 quilos", disse a jornalistasDitta. Ele explicou que o botijão de 8 quilos vai custar cerca de10 por cento a mais por quilo do que o botijão de 13 quilos. Oexecutivo estima que o botijão de 8 quilos irá custar entre 22e 23 reais, enquanto que o butijão maior pode ser comprado por35 reais. "Temos perspectivas interessantes e vamos entrar com 30 milbotijões para sentir o mercado e a aceitacção do público. Podefacilitar a vida de consumidor", acrescentou Paulo Ditta. O investimento inicial da empresa seria de 2,5 milhões dereais, valor considerado baixo pela empresa. "Se o negócio vingar vamos fazer mais investimentos,"declarou Ditta. A Liquigás é uma das líderes no mercado brasileiro dedistribuição de gás, com 21,80 por cento de 'market share'contra 22,98 por cento da SHV Gás Brasil e 23,67 por cento dalíder Ultragaz, de acordo com dados de 2007 do SindicatoNacional das Empresas Distribuidoras de Gás (Sindigás). (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; Edição de Denise Luna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.