Preço dos imóveis nos EUA cai 3,4% em 12 meses

Segundo pesquisa S&P Case-Shille, entre setembro e outubro os preços das residências em 20 cidades caíram 1,2%

Gabriel Bueno, da Agência Estado,

27 de dezembro de 2011 | 12h37

Os preços das residências nas 20 maiores áreas metropolitanas dos EUA recuaram 3,4% em outubro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo a pesquisa S&P/Case-Shiller divulgada nesta terça-feira. Nas 10 maiores áreas metropolitanas do país, o recuo foi de 3,0% em outubro ante outubro de 2010. O índice recuou particularmente em Atlanta e na região do Meio-Oeste, segundo a sondagem.

Na comparação com o mês de setembro, os preços das residências em 20 cidades caíram 1,2%, enquanto nas 10 maiores áreas metropolitanas o recuo foi de 1,1%.

Agora em seu quinto ano de uma desaceleração histórica, o mercado imobiliário dos EUA permanece fraco este ano, apesar dos preços mais baratos das casas e das taxas de juros em baixas recordes. Das 20 zonas metropolitanas pesquisadas em outubro, 19 registraram preços mais baixos que em setembro.

David M. Blitzer, presidente do comitê responsável pelo indicador, notou que em Atlanta houve redução de 5% nos preços na comparação mensal. Em Chicago, Cleveland, Detroit e Minneapolis, houve quedas de 1% ou mais. Blitzer acrescentou que, apesar de alguma melhora nas taxas anuais, em 18 cidades os índices permaneceram negativos em outubro, na comparação anual.

Em setembro, o recuo havia sido de 3,3%, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, nas 10 maiores áreas metropolitanas, e de 3,6% na comparação anual das 20 maiores zonas metropolitanas. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.