Prefeito de NY promete ação mais dura contra ‘Ocupar Wall Street’

Michael Bloomberg disse estar preocupado com a possibilidade do movimento começar a interferir nos direitos dos outros novaiorquinos

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

21 de outubro de 2011 | 15h03

 

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, prometeu Post aplicar com mais rigor as regras para passeatas e reuniões públicas para fazer frente aos protestos do movimento Ocupar Wall Street, informa o tabloide local New York Post em sua página na internet.

"Estamos começando a aplicar as regras com mais rigor", disse Bloomberg à rádio WOR-AM, em referência às normas de concessão de autorização para a realização de manifestações.

O prefeito admitiu que os manifestantes "no geral têm obedecido às leis" e que os protestos têm transcorrido pacificamente, mas disse estar "preocupado" com a possibilidade de a continuidade da mobilização contra a ganância de Wall Street começar a interferir nos direitos dos demais nova-iorquinos de desfrutar da cidade e suas propriedades, segundo o tabloide.

Bloomberg não especificou quais medidas viriam a ser adotadas e nem disse quando as ações mais rigorosas começariam a ser implementadas. Ainda segundo o New York Post, a assessoria de imprensa de Bloomberg não explicou o significado exato das ameaças.

Por meio de nota, o movimento Ocupe Wall Street criticou a postura do governante. "Sua incapacidade de criar uma opinião ou posição clara e definitiva sobre o Ocupe Wall Street apenas demonstra que ele está sendo jogado de um lado para outro como um passarinho no meio de uma tempestade", criticou Thorin Caristo, coordenador de mídia do movimento.

"Nós sabemos que tempestade é essa. Essa tempestade é a crescente preocupação das altas facções de Wall Street de que esse movimento possa realmente estar fazendo diferença", prosseguiu ele.

"As declarações do prefeito soam duras e eu não tenho dúvida de que ele realmente vá tentar aplicá-las. Mas tudo o que sabemos é que toda vez que a polícia faz uso de força excessiva nessa situação o movimento cresce exponencialmente", prosseguiu Caristo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
wall streetprefeitonova york

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.