Prejuízo da Gol fica 70% acima da média das projeções

O prejuízo líquido de R$ 197,041 milhões reportado pela Gol Linhas Aéreas no terceiro trimestre foi cerca de 70% maior que o estimado por analistas que acompanham a empresa, segundo a média das projeções de seis casas consultadas pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. Os profissionais previam um resultado negativo de R$ 115,7 milhões, com estimativas que projeções variavam de perdas de R$ 28 milhões a R$ 186 milhões.

LUCIANA COLLET, Agencia Estado

12 de novembro de 2013 | 21h34

O Ebitdar (lucro operacional antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações somado ao valor dos custos operacionais com arrendamento mercantil de aeronaves e com arrendamento suplementar de aeronaves), por sua vez, que foi de R$ 372,531 milhões no terceiro trimestre, ficou em linha a média das estimativas de três casas, que era de R$ 355 milhões, enquanto a geração de caixa medida pelo Ebitda, de R$ 190,348 milhões, ficou 18,08% acima da média de R$ 161,2 milhões.

A receita reportada, de R$ 2,230 bilhão, também ficou em linha com as projeções dos analistas, que esperavam R$ 2,236 bilhões, na média das previsões. Foram consultados BTG Pactual, Citi, Bradesco, GBM, Itaú BBA e Morgan Stanley.

Tudo o que sabemos sobre:
Golprejuízo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.