Premiê português confirma conversações com fundos de Abu Dabi

Governo de Portugal está implementando uma estratégia de diversificação de sua dívida, para reduzir os custos para a tomada de empréstimos

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

18 de janeiro de 2011 | 14h49

O primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates, confirmou que o ministro das Finanças do país, Fernando Teixeira dos Santos, se reuniu com altos executivos de fundos de riqueza soberana de Abu Dabi para discutir oportunidades de investimentos.

"Essas reuniões serviram para introduzir fundamentalmente nosso plano de privatização e oportunidades de negócios em Portugal e explorar naturalmente as oportunidades de investimentos aqui", afirmou Sócrates depois de um tour em Masdar, uma "cidade verde" que o Emirado está construindo atualmente.

Sócrates não quis comentar se Teixeira dos Santos conversou com os executivos de Abu Dabi sobre a venda de bônus governamentais a fundos de riqueza soberana do Emirado, mas quando questionado se seria sensato pedir ajuda de país ricos na forma de aquisições de títulos portugueses, o primeiro-ministro português respondeu que "a questão sobre a compra de bônus não é uma questão sobre ajuda, é uma questão sobre investimento."

Sócrates afirmou que ficará "feliz" se alguém comprasse a dívida soberana de Portugal, observando que os bônus já estão no mercado.

Portugal está implementando uma estratégia de diversificação de sua dívida, a fim de diversificar sua base de detentores de bônus portugueses e, finalmente, reduzir os custos para a tomada de empréstimos, num momento em que os detentores de dívida estão preocupados com o esforço do país para conter seu déficit orçamentário, tendo em vista a fraca taxa de crescimento econômico do país e os elevados custos dos empréstimos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PortugaltítulosSócratesAbu Dabi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.