Preocupação fiscal e com desemprego nos EUA pesam e NY cai

As bolsas de valores norte-americanas caíram nesta quinta-feira, com investidores realizando lucros, preocupados com a condição fiscal dos Estados Unidos, fugiram de ativos lastreados em dólar.

EDWARD KRUDY, REUTERS

21 de maio de 2009 | 18h26

Os mercados também estiveram sob forte pressão de venda como resultado de uma redução na perspectiva do rating de crédito "AAA" da Grã-Bretanha, que elevou temores de que os Estados Unidos, com um crescente déficit orçamentário e fraca economia, possam enfrentar um destino similar.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 1,54 por cento, para 8.292 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,89 por cento, para 1.695 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 1,68 por cento, para 888 pontos.

O pregão foi incomum, uma vez que a venda de ações não produziu uma corrida para ativos tipicamente considerados seguros --em especial o dólar e os Treasuries norte-americanos. Em vez disso, esses papéis também caíram por razões similares.

Bill Gross, co-vice-presidente de investimento da Pacific Investment Management, grande empresa de títulos, disse que os temores de que os Estados Unidos corram o risco de perder seu rating de crédito "AAA" estão golpeando todos os ativos norte-americanos.

Gross disse à Reuters por e-mail que os investidores temem que os EUA estejam "indo pelo mesmo caminho que a Grã-Bretanha --perder o rating "AAA", o que afeta todos os ativos financeiros e o dólar", à medida que os governos ao redor do mundo gastam bilhões para reavivar a economia.

As ações de grandes manufatureiras caíram, com os papéis da United Technologies perdendo 1,9 por cento, para 50,76 dólares, enquanto os da Boeing cederam 2,9 por cento, a 43,29 dólares. A grande fabricante norte-americana de aeronaves manteve nesta quinta-feira suas previsões para este ano.

Além disso, os títulos do Tesouro norte-americano caíram depois que o governo disse que venderá uma grande quantidade de novos títulos da dívida na próxima semana, ao mesmo tempo em que o dólar, no início do dia, caiu para o menor nível do ano em relação a uma cesta de moedas.

Investidores também golpearam as ações do setor de tecnologia. Os papéis da Apple perderan 1,3 por cento, para 124,18 dólares, a maior queda no índice Nasdaq.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.