Presidente chinês visita Chicago para enfatizar laços empresarias

Deixando para trás o rancor de Washington, onde foi pressionado sobre direitos humanos, Hu foi festejado pela elite de Chicago durante jantar de gala

Reuters,

21 de janeiro de 2011 | 08h50

O presidente chinês, Hu Jintao, visita Chicago nesta sexta-feira, 21, importante polo econômico dos Estados Unidos, para enfatizar os laços empresariais e culturais entre as duas maiores economias do mundo.

Deixando para trás o rancor de Washington, onde ele foi pressionado sobre direitos humanos, Hu foi festejado pela elite de Chicago durante um jantar de gala na cidade natal do presidente norte-americano, Barack Obama. Ele deve encerrar sua visita de Estado de quatro dias ao país com paradas em uma escola local e uma exibição empresarial.

Analistas disseram que a viagem de Hu aos Estados Unidos decorreu de forma suave o suficiente para melhorar o tom do relacionamento entre os dois países após tensões recentes sobre comércio, Coreia do Norte e censura na Internet.

Hu e o prefeito de Chicago, Richard Daley, viajam nesta sexta-feira a Woodbridge, um subúrbio da cidade, para um evento empresarial de uma autopeças chinesa e de outras empresas.

"A China quer trabalhar com os Estados Unidos para alcançarmos uma cooperação nos campos fiscal, financeiro, energético, ambiental, de desenvolvimento de infraestrutura e outros", disse Hu no jantar de quinta-feira.

Por Andrew Stern e Nick Carey

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUAvisitaHuChicago

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.