Diogo Yanata/Natura
Diogo Yanata/Natura

Presidente da Avon deixa empresa após conclusão de compra pela Natura

Lugar será ocupado pelo líder do conselho da companhia brasileira, Roberto Marques; aval para a compra saiu em dezembro

Luana Pavani, Broadcast/Estadão

03 de janeiro de 2020 | 13h16

O presidente-executivo da Avon Products, Jan Zijderveld, deixou a fabricante norte-americana de cosméticos nesta sexta-feira, 3, dando sequência ao processo de venda da companhia para a brasileira Natura. O lugar de Zijderveld será ocupado por Angela Cretu, informou a companhia. A nova CEO da Avon estava resposável por Europa Central.

Roberto Marques será o principal executivo da Natura &Co e  está no conselho a Natura Cosméticos S.A. nos últimos quatro anos. Segundo comunicado, Marques "continuará a liderar um diverso e experiente Comitê Operacional do Grupo". A Natura recebeu aval de autoridades concorrenciais para a compra da Avon em 19 de dezembro e na ocasião havia estimado a conclusão da operação para esta sexta-feira.

Os negócios foram organizados em quatro unidades operacionais: Natura &Co América Latina, Avon (excluindo América Latina), The Body Shop e Aesop. A primeira unidade compreende Natura, Avon, The Body Shop na América Latina e Aesop no Brasil. O CEO será João Paulo Ferreira, antes CEO da Natura.

Já a segunda refere-se à Avon para Europa, África, Oriente Médio e Ásia. "No futuro, será também responsável pela expansão internacional da marca Natura, fora da América Latina", diz o comunicado. Para esta operação foi escolhida Angela Cretu. 

A companhia brasileira anunciou a compra da Avon em maio do ano passado, em um negócio que criou a quarta maior empresa de cosméticos do mundo por meio de uma transação com troca de ações.

"A total implementação da estrutura da administração proposta está sujeita à aprovação das alterações sobre o estatuto social da Natura &Co a serem submetidas aos acionistas em Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada após a consumação da incorporação da Avon", conclui o fato relevante.

Em meio à expectativa de consumação da aquisição da Avon, a ação da Natura &Co estava entre as maiores altas do Ibovespa, o principal índice da Bolsa, na manhã desta sexta-feira, com ganho de 1,80%. O Citi vê o anúncio da nova gestão como positivo, ainda que já esperado. "A estrutura corporativa implementada à época da Body Shop funcionou bem, deixando Roberto Marques com uma visão geral dos negócios. A nova estrutura tem claramente o mesmo propósito". / COM REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.