PAULO LIEBERT/ESTADÃO
PAULO LIEBERT/ESTADÃO

Presidente da Cetip deve suceder Edemir Pinto

Assunto está no radar do conselho da companhia, mas empresas ainda aguardam aprovação da fusão por órgãos reguladores

FERNANDA GUIMARÃES, O Estado de S.Paulo

30 Junho 2016 | 22h59

O presidente da Cetip, Gilson Finkelsztain, é um dos principais cotados para ficar à frente da companhia fruto da fusão da depositária com a BM&FBovespa, no processo de sucessão de Edemir Pinto, presidente da Bolsa, apurou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

O assunto já está no radar do Conselho de Administração da companhia, de acordo com fontes, mas qualquer decisão aguarda a aprovação dos órgãos reguladores para a integração das duas empresas, prevista para acontecer ainda este ano.

A sucessão de Edemir, no atual cargo desde a fusão de Bovespa e BM&F, em 2008, começou a ser discutida durante as negociações para a união das atividades da Bolsa com a Cetip, segundo uma fonte. A ideia é que o executivo, que se aproxima da idade limite imposta no estatuto para chefiar a companhia, conduza a empresa até o fim da integração. A troca de bastão aconteceria após esse processo.

Uma fonte de mercado disse que ainda não se bateu martelo em relação à escolha, mas que o nome de Finkelsztain está, de fato, em uma lista final. Um segundo nome, aventado por alguns conselheiros da Bolsa, seria o de José Berenguer, presidente do JPMorgan no Brasil e conselheiro da BM&FBovespa desde 2013.

Mais conteúdo sobre:
Bovespa Bolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.