Presidente da GM no Brasil pede demissão

A presidente da unidade brasileira da General Motors, Denise Johnson, pediu demissão do cargo por motivos pessoais, informou a companhia em um comunicado. O posto será assumido interinamente por Jaime Ardila, que é o presidente da GM na América do Sul.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

22 de fevereiro de 2011 | 15h04

A montadora disse que Ardila ficará no cargo até que a companhia possa escolher um novo executivo para as operações no Brasil. Denise Johnson assumiu a presidência da GM no Brasil em meados do ano passado, em meio à rápida expansão do mercado automotivo brasileiro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GMpresidenteBrasildemissão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.