Klabin - 9/9/2021
Klabin - 9/9/2021

Presidente do conselho da Klabin morre aos 89 anos

Armando Klabin fazia parte da quarta geração da família fundadora e atuava no conselho desde a criação do colegiado

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2021 | 23h46

A empresa de papel e celulose Klabin divulgou hoje a morte do presidente do conselho de administração, Armando Klabin, aos 89 anos. Ele fazia parte da quarta geração da família à frente do negócio e que continua como a principal acionista da empresa fundada em 1899. A causa da morte não foi revelada.

Formado em engenharia pela Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Armando Klabin faz parte do conselho de administração desde a criação do colegiado, no ano de 1979. 

De acordo com a empresa, ele foi o idealizador e executivo responsável pela criação da Unidade Goiana, localizada no município pernambucano de mesmo nome, assim como participou de maneira ativa da expansão das duas unidades do estado do Paraná: Unidade Monte Alegre, em Telêmaco Borba, e Puma, em Ortigueira. Doutor Armando, como era chamado, também aprovou a recente expansão dessas unidades.

O executivo também atuava como sócio-gerente da holding Klabin Irmãos & Cia., que é uma das principais acionistas da empresa de papel e celulose. Também ocupava o cargo de presidente da Companhia Sisal do Brasil, indústria de fiação e tecelagem; era sócio controlador da Aquinor, do ramo de aquicultura; diretor-presidente da empresa agropecuária Ibitiguaia; e membro do conselho diretor da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Para completar, o empresário era presidente do Instituto de Tecnologia ORT Brasil, voltado para a educação e o treinamento tecnológico, e presidente do conselho da organização não governamental Colônia Henrique Lemle, voltada ao desenvolvimento de atividades complementares, como educação ambiental e pesquisa em ciências biológicas e naturais. 

“Armando foi um homem de vanguarda, inesgotável capacidade de trabalho, era um apaixonado pela Klabin, pelo meio ambiente e pelo Brasil. Deixa grande legado e fonte de inspiração para as novas gerações”, diz a nota da Klabin, assinada por diretores e membros do conselho, que destacaram seu “exemplo de liderança, profissionalismo, empreendedorismo, imensurável compromisso e dedicação” com a companhia e o Brasil.

Livro dos recordes

Grande entusiasta de esportes, Armando Klabin entrou para o Guinness Book, que é o livro dos recordes mundiais, como o jogador de polo mais velho do mundo a atuar em uma partida oficial. Aos 85 anos e 149 dias, Klabin participou de uma partida no Rio de Janeiro pelo time Tigres, equipe que o próprio empresário havia ajudado a fundar na década de 1950. 

O empresário deixa a esposa Rosa Lisboa, com quem era casado havia 50 anos, quatro filhos e 11 netos. O substituto de Klabin na presidência do conselho de administração da companhia será definido em eleição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.