Presidente do McDonald's se aposenta em julho

O presidente-executivo do McDonald's, Jim Skinner, que assumiu a maior rede de fast-food do mundo após saídas abruptas de dois presidentes da empresa, vai se aposentar em julho, depois de mais de sete anos no cargo.

REUTERS

22 de março de 2012 | 08h20

No que analistas esperam ser uma transição suave, o vice-presidente de operações, Don Thompson, 48, vai suceder Skinner a partir de 1o de julho, tornando-se um dos mais importantes executivos afro-americanos nos Estados Unidos.

Skinner, 67, lidera o McDonald's desde novembro de 2004 e é considerado responsável pela recuperação da rede, cujas ações mais que triplicaram de valor na gestão dele.

A companhia não informou o motivo da saída de Skinner, mais analistas afirmam que a medida, apesar de não ser inteiramente uma surpresa, veio antes que o esperado.

"Minha suspeita é que ele acredita que a companhia está numa boa posição (...) e que, com Thompson, ela ficará em boas mãos. Ele cumpriu o que tinha definido fazer", disse o analista Larry Miller, da RBC Capital Markets.

(Por Lisa Baertlein)

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSMCDONALDSCEO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.