Prestadoras de telecomunicações investiram R$ 26,5 bi

As prestadoras de serviços de telecomunicações investiram R$ 26,5 bilhões em 2013, segundo recorde anual consecutivo, afirma a Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). Os recursos foram destinados especialmente para expansão de redes, ampliação de cobertura e melhoria da qualidade dos serviços.

NATALIA GÓMEZ, Agencia Estado

10 de abril de 2014 | 16h21

Nos últimos 15 anos, as prestadoras privadas investiram mais de R$ 300 bilhões, incluindo o pagamento de outorgas, o que em valores atualizados representa aproximadamente meio trilhão de reais, segundo a Telebrasil. "Todo o investimento permitiu ao longo dos anos um crescimento vertiginoso do número de usuários, que chegaram a um total de 357 milhões, considerando os serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por assinatura", afirma a associação.

De janeiro a dezembro de 2013, o setor de telecomunicações teve uma receita operacional bruta de R$ 227 bilhões. As despesas para operar e manter a imensa rede de telecomunicações consome mais de R$ 120 bilhões, em gastos com folha de pagamento, materiais, energia elétrica e serviços de manutenção e de aluguel de infraestrutura, segundo a entidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.