Previ diz que perda com investimento na OGX foi marginal

O diretor de participações da Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, Marco Geovanne Tobias da Silva, afirmou que a perda financeira do fundo com os investimentos na OGX foi "marginal". "Quando começaram os problemas com as empresas do grupo Eike (Batista), na ocasião do primeiro poço que não estava produzindo, a Previ reduziu paulatinamente sua participação. Nessa crise de agora, já havíamos praticamente saído da companhia. Então, a perda foi muito marginal", disse após sua participação no "Workshop Criação de Valor", promovido pela Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca), nesta quarta-feira, 16.

SUZANA INHESTA E GABRIELA FORLIN, Agencia Estado

16 de outubro de 2013 | 12h09

Segundo ele, a participação da Previ na OGX era a "representatividade/peso das ações da companhia no Ibovespa", sem citar o porcentual e valor dos aportes do fundo feitos na empresa de óleo e gás do grupo do empresário Eike Batista. A Previ também fez aportes na EBX e na MMX.

Tudo o que sabemos sobre:
PreviOGX

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.