Prévia do índice oficial de inflação cai 0,09%, mais do que o previsto

 O resultado do IPCA-15 veio abaixo do piso do intervalo das expectativas dos analistas de -0,03% a +0,10%

Jacqueline Farid, da Agência Estado,

20 de julho de 2010 | 08h59

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - 15 (IPCA-15) ficou em -0,09% em julho, ante 0,19% em junho, segundo divulgou há pouco o IBGE. O resultado veio abaixo do piso do intervalo das expectativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções (-0,03% a +0,10%), com mediana de 0,02%.

No ano, o IPCA-15 acumula alta de 3,26% e em 12 meses, variação de 4,74%.

A taxa de -0,09% registrada no IPCA-15 de julho foi "fortemente influenciada pelos alimentos", segundo destacam os técnicos do IBGE no documento de divulgação da pesquisa. O grupo de Alimentos e Bebidas registrou queda de 0,80% no mês, ante -0,42% em junho.

Entre os alimentos que registraram queda de preços em julho, os destaques são a batata inglesa (-16,48%), tomate (-14,94%), cebola (-13,08%), cenoura (-10,32%), açúcar cristal (-7,47%) e refinado (-5,27%), além do leite pasteurizado (-4,49%).

Apesar da queda nos preços de vários itens alimentícios, o item "refeição fora de casa" teve aumento de 0,95% em julho e deu a maior contribuição (0,04 ponto porcentual) para o IPCA-15 do mês.

Já os produtos não alimentícios registraram alta de 0,12% no IPCA-15 de julho, ante 0,37% em junho. A desaceleração na taxa de um mês para o outro foi influenciada por diversos grupos de produtos, com destaque para Transportes (-0,36%). Segundo o IBGE, os automóveis novos (-1,16%) e usados (-2,22%) caíram de preços, assim como o litro do álcool (-3,15%) e da gasolina (-0,53%) e dos ônibus urbanos (-0,18%).

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoIPCApreçosIPCA-15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.