Primeiro lote do leilão de biodiesel da ANP tem deságio de 24,78%

Preço médio de venda foi de R$ 1,745 por litro, menor preço registrado nos 19 leilões já realizados

Eduardo Magossi, da Agência Estado,

31 de agosto de 2010 | 18h27

O primeiro lote ofertado do leilão de biodiesel realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foi negociado com um deságio de 24,78% em seu preço. O leilão começou na segunda-feira e deve terminar na sexta. O preço de abertura foi de R$ 2,32 por litro. O preço médio de venda do primeiro lote foi de R$ 1,7450 por litro, o menor preço registrado nos dezenove leilões já realizados até o momento.

O primeiro lote foi vendido em sua totalidade. Foram 492 milhões de litros de biodiesel provenientes de produtores que possuem o selo de "Combustível Social". O segundo lote, de 123 milhões de litros de biodiesel, destina-se a produtores que não possuem o Selo "Combustível Social" e deverá ser comercializado até sexta. No total, o leilão deve comercializar 615 milhões de litros de biodiesel para atender a mistura obrigatória de 5% de biodiesel no diesel mineral no quarto trimestre de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
ANPleilãobiodieseldeságio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.