Procon investigará Nokia por campanha na internet

A campanha da Nokia para divulgar o celular 808 Pure View - Perdi meu amor na balada - continua a causar polêmica. O Procon-SP disse na terça-feira que identificou indícios de violação dos direitos do consumidor na peça. O órgão afirmou que investigará a empresa e, se comprovada a irregularidade, poderá aplicar multa de até R$ 6,5 milhões.

NAYARA FRAGA, Agencia Estado

25 de julho de 2012 | 10h55

A violação dos direitos do consumidor está no fato de a empresa não deixar claro que se tratava de uma campanha publicitária. No dia 10 de julho, surgiu no You Tube um vídeo em que um rapaz afirmava estar perdidamente apaixonado por uma garota que conheceu numa casa noturna, mas havia perdido o telefone dela. E o apelo nas redes sociais era sua tentativa de encontrá-la.

O primeiro filme foi compartilhado milhares de vezes em redes sociais por usuários comovidos com o ?amor? do rapaz. A empresa lançou mais dois vídeos, mas apenas no terceiro deles revelou que tudo se tratava de uma campanha da Nokia. O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) também abriu um processo ético contra a campanha da Nokia. A entidade recebeu reclamações de dez consumidores que se sentiram enganados.

Procurada pelo Estado, a Nokia informou que não foi notificada até a noite de terça-feira pelo Procon-SP e pelo Conar e, por isso, não quis comentar a questão.As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
NokiacampanhaProcon

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.