Procter & Gamble lucra US$ 2,57 bilhões no 1º trimestre

A Procter & Gamble registrou lucro 6,4% maior no primeiro trimestre, para US$ 2,57 bilhões, ou US$ 0,88 a ação, do lucro de US$ 2,41 bilhões, ou US$ 0,82 a ação, no mesmo período do ano passado. Excluindo itens extraordinários, o lucro subiu para US$ 0,99 no primeiro trimestre, do lucro de US$ 0,94 ação um ano antes. Às 8h45 (de Brasília), as ações da P&G subiam 1,40% no pré-mercado em Nova York.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

24 de abril de 2013 | 09h09

As vendas líquidas da empresa aumentaram 2% no primeiro trimestre, para US$ 20,6 bilhões. A P&G tinha previsto anteriormente um lucro de US$ 0,96 a ação e um declínio das vendas de entre 4% e 6%. A margem bruta aumentou para 49,8% no primeiro trimestre, da margem bruta de 49,3% no mesmo trimestre do ano passado.

Para o ano fiscal 2013, a companhia elevou a ponta menor da sua previsão para o lucro por ação em US$ 0,02, e agora projeta um lucro por ação de entre US$ 3,96 a US$ 4,04. Para o atual trimestre, a P&G prevê um lucro de US$ 0,69 a ação a US$ 0,77 a ação, enquanto os analistas consultados pela Thomson Reuters preveem US$ 0,81 a ação. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Procter & Gamblebalanço1º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.