Produção de aço da China bate recorde em agosto

As importações de minério de ferro da China caíram 15 por cento em agosto em relação ao pico registrado em julho para o menor nível em seis meses, substituída por crescente oferta doméstica que alimentou produção recorde de aço.

ALFRED CANG E TOM MILES, REUTERS

11 de setembro de 2009 | 08h14

A produção de aço do país saltou 22 por cento, alcançando novo recorde de 52,3 milhões de toneladas em agosto. O avanço marca o quinto mês seguido de alta e 616 milhões de toneladas em termos anualizados. O crescimento tem sido impulsionado pelo grande estímulo do governo e pela melhora na demanda por exportações.

As exportações de aço da China cresceram 15 por cento em relação a julho, tornando o maior produtor global de aço em um exportador líquido do metal pela primeira vez desde fevereiro.

O crescimento do consumo de aço pode gerar em novo aperto na oferta de minério de ferro e uma suspensão na queda dos preços no mercado à vista, disseram analistas.

O analista Henry Liu, do Macquarie Bank em Xangai, afirmou que a crescente produção de aço fora da China pode gerar escassez de minério de ferro e resultar em uma pequena queda nas importações chinesas.

Ele previu que as principais mineradoras do mundo Vale, Rio Tinto e BHP Billiton, podem reduzir remessas de minério de ferro para a China no restante do ano para atenderem à crescente demanda em outros países.

A produção global de aço alcançou em julho o maior nível mensal até agora neste ano, com a retomada de capacidade produtiva, mostram dados da Associação Mundial de Aço.

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIACHINAAGOSTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.