Produção de aço da China cai na primeira metade de setembro

A produção diária de aço bruto da China nos primeiros 10 dias de setembro caiu levemente para 1,655 milhão de toneladas, ante 1,67 milhão de toneladas, informou a consultoria Umetal nesta segunda-feira, citando dados da Associação de Ferro e Aço do país.

REUTERS

28 de setembro de 2009 | 07h58

Em termos anualizados, a produção diária representa 604 milhões de toneladas, mais de 20 por cento acima do recorde anual de produção de 2008, mostrando que o país continua produzindo em nível elevado.

A produção de aço bruto da China atingiu um recorde de 52,33 milhões de toneladas em agosto, alta de 3,3 por cento em relação a julho e um salto de 22 por cento em relação a um ano antes.

O ministério da Indústria e da Tecnologia da Informação informou em comunicado à imprensa nesta segunda-feira que os preços de aço chinês devem se estabilizar depois de mais de um mês de correções desde o início de agosto.

O ministério, porém, informou que o tamanho da recuperação dos preços é difícil de se prever por causa das incertezas do mercado, incluindo expansão de capacidade, excesso de oferta e cenário pouco claro para exportações.

(Por Alfred Cang e Jacqueline Wong)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIACHINASETEMBRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.