Produção de aço no Brasil sobe no 1o tri; importação recua

A produção de aço bruto brasileira cresceu 7,4 por cento em março sobre o mesmo mês de 2010, para 3 milhões de toneladas, informou nesta quarta-feira o Instituto Aço Brasil (IABr).

REUTERS

20 de abril de 2011 | 15h02

No acumulado do primeiro trimestre, foram produzidas 8,5 milhões de toneladas de aço bruto no país, alta de 6,2 por cento na comparação com janeiro a março do ano passado.

Já a produção de aços laminados totalizou 2,4 milhões de toneladas em março e 6,4 milhões de toneladas no primeiro trimestre, com altas de 5,4 e de 2 por cento, respectivamente, sobre iguais intervalos de 2010.

As vendas internas atingiram 1,9 milhão de produtos de aço em março, avanço de 3,7 por cento sobre igual período do ano passado. Nos três meses até março, as vendas no mercado doméstico subiram 5,6 por cento, para 5,3 milhões de toneladas.

IMPORTAÇÃO CAI; EXPORTAÇÃO SOBE

As importações de aço --que colocaram pressão sobre as usinas nacionais no ano passado-- totalizaram 265,5 mil toneladas em março, menos da metade das 573 mil toneladas um ano antes. No trimestre, as importações foram de 866,2 mil toneladas, queda de 34,3 por cento em relação aos três meses iniciais de 2010.

Em valor, as importações representaram 321,9 milhões de dólares em março --queda de 31,3 por cento-- e 1 bilhão de dólares no primeiro trimestre --redução de 12,3 por cento.

Já as exportações caminharam na outra direção, com aumento em volume e valor em março e no primeiro trimestre.

O volume total de aço exportado em março foi de 871,4 mil toneladas e de 2,8 milhões de toneladas no primeiro trimestre, altas de 24,8 e de 39,2 por cento.

As vendas externas representaram receita de 641,2 milhões de dólares em março e de 2 bilhões de dólares no trimestre, de acordo com o IABr.

(Por Cesar Bianconi)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAIABRMARCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.