Produção de aço sobe em novembro ante 2008, mas cai vs outubro

A produção de aço e as vendas de aço no Brasil cresceram em novembro na comparação com o mesmo mês de 2008, mas recuaram ante outubro, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Aço Brasil (IABr).

REUTERS

16 de dezembro de 2009 | 13h18

A produção no mês passado atingiu 2,7 milhões de toneladas, o que representa uma expansão de 15,1 por cento contra um ano antes, porém queda de 4,3 por cento em relação ao desempenho em outubro de 2009.

No acumulado de janeiro a novembro, a produção de aço bruto no país totalizou 23,9 milhões de toneladas e 18,2 milhões de toneladas de laminados. Os números indicam reduções de 25,4 e 23,4 por cento, respectivamente, sobre igual período de 2008.

No início de dezembro, o IABr informou que prevê queda de 20,8 por cento na produção de aço no Brasil neste ano ante 2008, com recuperação do mercado em 2010, quando deve haver uma expansão de 24,2 por cento.

As vendas internas em novembro, conforme o IABr, foram de 1,6 milhão de toneladas de produtos de aço, avanço de 16,4 por cento contra um ano atrás e diminuição de 4,2 por cento na comparação com outubro.

Nos 11 primeiros meses do ano, as vendas no mercado doméstico somam 14,8 milhões de toneladas, queda de 29,1 por cento.

Em aços planos, os segmentos que se destacaram positivamente nas vendas foram o automotivo, de utilidades domésticas e de embalagens e recipientes, segundo o IABr.

As exportações de produtos siderúrgicos em novembro ficaram em 666,4 mil toneladas, no valor de 389 milhões de dólares. Quando comparado ao mesmo mês do ano passado, o volume subiu 13,1 por cento, enquanto a receita caiu 34 por cento. Em relação a outubro de 2009, o volume exportado foi 36 por cento inferior e a receita caiu 27,8 por cento.

As vendas externas no ano até novembro ficaram em 8,1 milhões de toneladas e 4,4 bilhões de dólares, quedas de 8,1 por cento em volume e de 42,6 por cento em valor.

(Por Cesar Bianconi)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAIABRNOV*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.