Produção de alumínio primário do Brasil cai 1,3% em maio

A produção de alumínio primário doBrasil caiu 1,3 por cento em maio, para 139.900 toneladas, ante141.800 toneladas há um ano, afirmou na segunda-feira aAssociação Brasileira do Alumínio (Abal). A queda na produção deve-se ao fechamento temporário de umadas duas linhas de produção de alumínio da planta de Ouro Pretoda Novelis, devido aos altos preços da energia no mercado localno início de 2008. A linha já retomou as operações, mas os dados de produçãosó começarão a se recuperar nos próximos meses, disse aempresa. O Brasil é o sexto maior produtor de alumínio do mundo. Veja a seguir dados comparativos da produção primária dealumínio. Os volumes estão em milhares de toneladas e as variações emporcentagem. PRODUÇÃO MENSA: 2007 2008 Variação MAIO MAIO MAIO/MAIOALBRAS 39,0 39,0 0,0ALCOA 30,9 31,4 1,6- Poços de Caldas 8,2 8,3 1,2- São Luis 22,7 23,1 1,8BHP BILLITON 15,2 15,3 0,7CBA 39,7 39,3 -1,0NOVELIS 9,3 7,4 -20,4- Ouro Preto 4,4 2,5 -43,2- Aratu 4,9 4,9 0,0VALESUL 7,7 7,5 -2,6............TOTAL 141,8 139,9 -1,3 (Por Reese Ewing)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.