Produção de minério de ferro da Rio Tinto cai 18% no 4o tri

A produção de minério de ferro da Rio Tinto caiu 18 por cento no quarto trimestre, uma vez que a demanda de siderúrgicas chinesas despencou, dando munição para ambos os lados em negociações de preços este ano. O relatório operacional do trimestre do quarto maior grupo diversificado de mineração não trouxe surpresas, mas informa que o lucro com alumínio será afetado por queda nos preços e que a empresa terá de fazer baixas contábeis sobre estoques do metal. A mineradora, que está cortando custos e vendendo ativos para reduzir dívida, divulgou que a produção de minério de ferro no quarto trimestre somou 31,8 milhões de toneladas, e as vendas despencaram 23 por cento, para 33,6 milhões de toneladas, cumprindo por pouco meta que já havia sido reduzida. A queda nas vendas das minas de minério de ferro na área de Western Australia, que refletem mais de perto a demanda chinesa, poderá ser um trunfo nas mãos de usinas chinesas e japonesas, que estão pressionando as mineradoras por um corte de 40 por cento nos preços dos contratos. As usinas esperam reverter o aumento de preços do ano passado que quase dobrou o valor do minério produzido por Rio Tinto, Vale e BHP Billiton.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.