Produção de minério de ferro da Usiminas é recorde

Produção de aço bruto, no entanto, caiu 7% no quarto trimestre

Raquel Massote, da Agência Estado,

25 de fevereiro de 2010 | 10h10

A produção de minério de ferro pela Usiminas superou recordes no último trimestre do ano passado e atingiu 1,5 milhão de toneladas, crescimento de 58% na comparação com o mesmo trimestre de 2008. A produção finalizou 2009 com 5,5 milhões de toneladas, o que comparado ao volume de 2008 representou um aumento de 44% na geração de produto. De acordo com a companhia, a meta para 2010 é alcançar 7 milhões de toneladas.

 

A companhia informou que os bons resultados se estendem em todos os setores. A Lavra teve um aumento de 50% na movimentação de materiais, finalizando o ano de 2009 em 19 milhões de toneladas. A movimentação evoluiu gradativamente ao longo do ano, e no quarto trimestre foram movimentadas 5,8 milhões de toneladas.

 

O setor de comercialização e logística também obteve recorde anual. No mês de dezembro foram transferidas para as Usinas de Ipatinga e Cubatão 490 mil toneladas de minério de ferro, totalizando 1,4 milhão de toneladas no último trimestre de 2009 e 4,9 milhões de toneladas no ano, além da venda de 400 mil toneladas para terceiros. Para 2010, a área de mineração da companhia pretende iniciar as exportações do produto.

 

Aço

 

A produção de aço bruto da Usiminas caiu 7% no quarto trimestre do ano passado, na comparação com o mesmo intervalo de 2008, para 1,843 milhão de toneladas. No entanto, conforme relatório de desempenho da companhia, em função da recuperação da demanda, a partir do 2º semestre do ano as usinas de Ipatinga e Cubatão aumentaram o nível de ocupação, com retomada da operação de seus altos-fornos. Em Ipatinga, a reativação, ocorrida em janeiro deste ano, se deveu mais à necessidade de reposição de estoques intermediários de placas do que a um aumento da demanda por aços planos, explicou a siderúrgica, no relatório.

 

Além disso, esse reinício de operação tem como objetivo também o desenvolvimento de um programa mais racional de manutenção preventiva dos demais equipamentos, segundo a empresa.

 

De acordo com a companhia, a produção de aço bruto no quarto trimestre de 2009 manteve-se no mesmo patamar do terceiro trimestre do ano passado. O volume produzido no ano de 2009, quando comparado ao mesmo período do ano anterior sofreu redução de 30%, para 5,6 milhões de toneladas, em função do momento conjuntural pelo qual passou a siderurgia no Brasil e no mundo em 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
ferro, minério, Usiminas, balanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.