Produção de veículos cai 7% em abril, vendas cedem 13,7%-Anfavea

As vendas e a produção de veículos diminuíram em abril, depois de um salto no mês anterior liderado por uma corrida dos consumidores às lojas antes do fim da primeira redução do IPI.

REUTERS

08 de maio de 2009 | 14h18

A produção de veículos no Brasil caiu 6,9 por cento em abril sobre março, para 254,7 unidades, acumulando no ano queda de 16,4 por cento, a 916,2 mil unidades, informou nesta segunda-feira a associação de montadoras Anfavea.

Em relação a abril de 2008, a produção foi 15,8 por cento menor.

As vendas recuaram 13,7 por cento na comparação mensal e 10,3 por cento na anual, para 234,4 mil unidades. Nos quatro primeiros meses do ano, houve uma queda de 0,7 de por cento.

O governo reduziu o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de automóveis nos três primeiros meses do ano e no fim de março anunciou a prorrogação da decisão por mais um trimestre.

As exportações do setor subiram 5,8 por cento sobre março, mas despencaram 45,9 por cento contra o ano passado, para 36,4 mil unidades.

Em valor, as vendas externas caíram 7,4 por cento mês a mês e 54,5 por cento ano a ano, totalizando 559,4 milhões de dólares.

O emprego no setor automotivo caiu 1,1 por cento em abril ante março e 4,1 na comparação anual, para 120,8 mil trabalhadores.

A Anfavea previu no mês passado que as vendas devem ter neste ano a primeira queda desde 2003, de 3,9 por cento para 2,710 milhões de unidades. O prognóstico para a produção é de declínio de 11,2 por cento, a 2,860 milhões de veículos, que seria o primeiro desde 2002.

MONTADORAS

Por montadoras, a Fiat liderou as vendas de abril, com 58.226 veículos, uma queda de 9,7 por cento sobre março. Em segundo lugar apareceu a Volkswagen, com 52.821 veículos (-17,9 por cento).

A General Motors registrou vendas 17,8 por cento menores, a 40.619 unidades, e a Ford, com 24.122 veículos, teve queda de 14,8 por cento nas vendas.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSANFAVEAAABRIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.