Produção mundial de aço cresce em maio, mas recua no ano

A produção mundial de aço bruto subiu em maio em relação a abril graças à China e à Índia, mas em outras regiões do globo o volume produzido caiu, se mantendo em patamar acentuadamente mais baixo que o do ano passado, mostram dados da indústria divulgados nesta sexta-feira.

HUMEYRA PAMUK, REUTERS

19 de junho de 2009 | 11h26

A produção mundial de aço em maio caiu 21 por cento em base anual, apesar de ter crescido em relação a abril. Analistas afirmam que ganhos mensais devem continuar uma vez que os estoques do metal estão perto do esgotamento.

O volume de aço produzido no mundo em maio somou 95,6 milhões de toneladas, queda ante as 121 milhões de toneladas produzidas em maio de 2008. Em abril o setor produziu 89 milhões de toneladas, segundo a Associação Mundial de Aço.

"Estamos esperando que a produção aumente de forma constante até o final do ano uma vez que o consumo dos estoques está quase completo agora", disse Peter Fish, diretor da consultoria MEPS International.

No mês passado, os preços de produtos de aços longos e planos continuaram estáveis, mas chegaram a conquistar terreno em algumas regiões, o que encorajou siderúrgicas a aumentar produção.

"Registramos uma pequena melhora nos preços e as pessoas terão interesse de comprar até que os preços aumentem mais. Haverá certo incentivo para as siderúrgicas receberem encomendas", disse o analista.

Nos cinco primeiros meses do ano a produção mundial de aço ficou 22,4 por cento abaixo da do mesmo período do ano passado, em 449,2 milhões de toneladas, segundo a associação. A entidade representa 85 por cento das siderúrgicas do globo.

A produção na China cresceu 0,4 por cento, para 217 milhões de toneladas de janeiro a maio. O país é o maior consumidor e produtor de aço do mundo, responsável por quase metade do volume produzido.

A produção na Europa e América do Norte continuou baixa. Na América do Norte houve queda de 49,3 por cento de janeiro a maio e na Europa recuo de 44,4 por cento.

Na quinta-feira, o Instituto Brasileiro de Siderurgia informou que a produção de aço bruto no Brasil em maio cresceu 8 por cento sobre abril, para 1,87 milhão de toneladas, no melhor resultado desde a queda acentuada em novembro. Nos cinco primeiros meses do ano, a produção brasileira somou 8,6 milhões de toneladas, queda de 41 por cento sobre o mesmo período de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAMAIOPRODUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.