Produ??o industrial cai em 5 de 14 regi?es, diz IBGE

A produ??o industrial caiu em cinco dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estat?stica (IBGE) em junho, na compara??o com igual m?s do ano passado. A maior queda nessa base de compara??o foi apurada no Amazonas (-20,0%), sob impacto do recuo nas vendas de material eletr?nico e equipamentos de comunica??o, especialmente telefones celulares. Houve baixa ainda, ante junho de 2005, no Rio Grande do Sul (-6,7%), Santa Catarina (-2,2%), Paran? (-1,2%) e Minas Gerais (-0,8%).

Jacqueline Farid , Agencia Estado

09 de agosto de 2006 | 10h13

Todas as regi?es em queda apresentaram resultado pior do que o apurado na m?dia nacional (-0,6%) em junho em rela??o a igual m?s de 2005. O IBGE tamb?m constatou crescimento nessa base de compara??o na produ??o da ind?stria do Esp?rito Santo (16,1%), Par? (14,8%), Cear? (7,0%) e Pernambuco (6,1%), Regi?o Nordeste (2,0%), Goi?s (2,0%), Bahia (1,3%), Rio de Janeiro (0,8%) e S?o Paulo (0,5%).

No acumulado do primeiro semestre deste ano, em compara??o a igual per?odo do ano anterior, dez dos 14 locais pesquisados registraram acr?scimo na produ??o, com destaque para Par? (13,5%), Cear? (7,2%) e Bahia (5,5%). Tamb?m ficaram acima da m?dia nacional (2,6%): Pernambuco e Esp?rito Santo (ambos com 4,7%), Minas Gerais (4,6%), S?o Paulo (3,4%), Rio de Janeiro (3,3%) e Regi?o Nordeste (3,1%).

Segundo explicam os t?cnicos do IBGE no documento de divulga??o, "o desempenho favor?vel desses locais (acima da m?dia do Pa?s) pode ser explicado pelo dinamismo das exporta??es (min?rio de ferro, produtos sider?rgicos, petr?leo, celulose e a??car) e a presen?a importante de atividades produtoras de bens de consumo (dur?veis e de semi e n?o dur?veis".

As quedas regionais apuradas na produ??o no primeiro semestre do ano ocorreram no Amazonas (-2,7%), Paran? (-3,8%), Santa Catarina (-1,0%) e Rio Grande do Sul (-3,9%).

Mensal

Na an?lise junho contra maio, a produ??o industrial caiu em 10 dos 14 locais pesquisados pelo IBGE, na s?rie com ajuste sazonal. Essa ? a primeira vez que o instituto divulga os dados regionais ajustados sazonalmente, com resultados comparativos a m?s anterior.

As baixas mais acentuadas na produ??o em junho ante maio ocorreram no Amazonas (-5,4%) e no Paran? (-4,3%). S?o Paulo (-2,3%) tamb?m apresentou queda mais forte do que a apurada na m?dia nacional (-1,7%, divulgou o IBGE na semana passada) no per?odo.

O IBGE verificou queda ainda na Regi?o Nordeste (-1,8%), Bahia (-2,0%), Minas Gerais (-2,7%), Rio de Janeiro (-2,8%), Santa Catarina (-0,7%), Rio Grande do Sul (-1,2%) e Goi?s (-1,9%). As regi?es com crescimento ante m?s anterior foram Esp?rito Santo (5,1%), Pernambuco (2,2%), Cear? (0,9%) e Par? (0,2%).

S?o Paulo

Em S?o Paulo, a produ??o industrial recuou 2,3% em junho em rela??o a maio, na s?rie com ajuste sazonal. Os indicadores na regi?o, em rela??o a iguais per?odos de 2005, foram positivos e acima da m?dia nacional: 0,5% ante junho de 2005, 2,1% no segundo trimestre de 2006, 3,4% no acumulado no ano e 2,4% no acumulado nos ?ltimos 12 meses.

De acordo com o IBGE, no confronto com junho de 2005 o aumento na produ??o paulista resulta de contribui??es positivas de oito dos 20 segmentos pesquisados. Entre os que mais influenciaram o desempenho global destacaram-se: alimentos (10,4%) e refino de petróleo e produção de álcool (8,2%). Por outro lado, outros produtos químicos (-7,8%) e outros equipamentos de transporte (-13,2%) registraram as principais pressões negativas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.