Protesto contra leilão do pré-sal ocupa Avenida Paulista

Manifestantes reivindicam o cancelamento do leilão do pré-sal, previsto para o dia 21 de outubro

Gabriela Vieira, Agência Estado

05 de setembro de 2013 | 11h40

SÃO PAULO - Um protesto contra o leilão do pré-sal interditou parte da Avenida Paulista, no centro de São Paulo, nesta quinta-feira, 5.

Cerca de 800 pessoas, segundo a Polícia Militar, interditavam, às 13h de quinta-feira, 05, os dois sentidos da Avenida Paulista, no centro de São Paulo. Organizada por manifestantes do Movimento dos Atingidos por Barragens, a passeata ocupa totalmente da avenida, entre as Ruas Augusta e Haddock Lobo, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

A PM informou que, por volta das 10h, 300 pessoas iniciaram uma concentração na Praça Oswaldo Cruz, na região da Paulista. Pouco mais de uma hora depois, o grupo começou a se deslocar no sentido Paraíso. Os manifestantes reivindicam o cancelamento do leilão do pré-sal, previsto para o dia 21 de outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
protestospre sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.