Iara Morselli
Iara Morselli

Luiz Lara é o novo presidente do Cenp, entidade do setor de publicidade

Segundo novo presidente do Conselho Executivo das Normas-Padrão, a sua missão é consolidar um novo modelo de governança e acelerar o processo de transformação digital

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2021 | 17h29

O publicitário Luiz Lara, fundador da Lew’Lara\TBWA, é o novo presidente do conselho do Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp). A sua missão dentro da entidade, uma das principais do setor de publicidade no Brasil, será o de consolidar um novo modelo de governança e acelerar o processo de transformação digital do Cenp.

"Aceitei o desafio porque acredito profundamente que, com a vontade coletiva deste mercado e todos os seus players, podemos criar juntos uma governança mais democrática e inclusiva", afirma Lara, em nota.

De acordo com o novo presidente, o conselho precisa exercer um papel mais de reunir e difundir as melhores práticas de mercado do que simplesmente fiscalizá-lo. "O Cenp tem que ser um ambiente neutro e ético, onde sempre se buscará o diálogo aberto e transparente, visando a harmonização de um mercado livre, fortemente concorrencial, competitivo e meritocrático”, disse.

O Cenp é uma organização criada e mantida pelo setor privado e tem como o objetivo de assegurar boas práticas comerciais entre todos os participantes do mercado de publicidade, o que inclui anunciantes, agências e veículos de comunicação. Fundada em 1998, a entidade nasceu com o princípio de que a publicidade é fundamental para garantir a competição e a evolução das empresas, marcas, produtos e serviços. 

Lara, que é um dos principais publicitários do País, já foi presidente da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap), entre 2009 e 2012, além de ter ocupado o cargo de vice-presidente durante sete anos. Também é vice-presidente e membro da assembleia geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Para completar, ocupa o cargo de presidente do conselho do Grupo TBWA no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
publicidademarketingESPM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.