Puma Air recebe autorização da Anac para voar para Angola

Companhia planeja rota com quatro voos semanais para Luanda até o final do ano

Agência Estado,

25 de agosto de 2010 | 15h36

A Puma Air, companhia aérea que opera voos diários entre as cidades de Belém (PA), Macapá (AP) e Guarulhos (SP), recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), para voar para Angola. Os planos da companhia são de iniciar a rota até o final do ano, com quatro voos semanais para Luanda. Operando atualmente com uma aeronave modelo 737-700, da Boeing, com capacidade para 134 passageiros, a empresa pretende adquirir um outro avião para atender a nova rota.

Após deixar de operar em 2008, a companhia foi adquirida por um grupo de investidores e voltou a voar em abril de 2010. O grupo Ipiranga Obras Públicas e Privadas e o executivo Geison Gambogi são donos de 80% do seu capital. Os 20% de capital restante estão nas mãos da companhia Angola Air Service.

Com investimentos iniciais de R$ 100 milhões, a meta da empresa é transportar 1 milhão de passageiros no seu primeiro ano de atividade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.